sexta-feira, 30 de abril de 2010

Da pele

"Ah! Eu te conheço muito bem, meu velho. Você não ousa confessar, mas tem medo de que ela enfie uma bala debaixo da pele. E diz que tem horror ao romanesco. Parece que nunca viu a pele dela, não é? Eu teria medo de ofendê-la só de passar o dedo por cima. E você acredita que uma boneca com uma pele daquela vai estragá-la a tiros? Posso imaginá-la jogada numa cadeira, os cabelos sobre o rosto e fascinada diante de uma minúscula Browning. É muito russo isso! Mas imaginar outra coisa, não, meu velho, não. Revólver é para as nossas peles de crocodilo".
Marcelle em A Idade da Razão, de Sartre.

quinta-feira, 29 de abril de 2010

Carta para o Gordo


P(r)es(z)ado Ronaldo,

Favor continuar a "ajudar" o Corinthians a conquistar seu título inédito. Sua atuação hoje foi comemorada por Adriano, seu amigo fofo; Disseram aí que vai ter até mais uma daquelas festinhas que só ele sabe dar com jumentos, anões e outros convidados. Tome cuidado que seu telefone pode tocar a qualquer hora para também fazer parte do Freak Show.
E tentar, se possível, não se confundir tanto com a bola.

Farto desde já.
O nada acontecer













































merece ser escrito?

sexta-feira, 9 de abril de 2010

I'm Here

Eu iria incorporar direto, mas achei mais legal colocar o link porque o site é muito bom.
Lançado esse ano no Festival de Sundance, é um curta de 30 minutos escrito e dirigido por Spike Jonze - Adaptação, Quero ser John Malkovich e Onde vivem os monstros.
A criação é da TBWA\Chiat\Day, e tem produção da MJZ e efeitos visuais da Method Studios. Além disso é um projeto da Absolut, a vodka, que deu liberdade criativa para que Spike fizesse essa obra-prima.
É de uma sensibilidade, de uma sutileza sem tamanho. Linda história.
Aproveitem:

http://www.imheremovie.com/

quinta-feira, 8 de abril de 2010

No afã da grande ideia

A minha universidade entrou de greve desde 8 de março. Eu fiquei assim ao deus-dará. Juro que tentei, por tudo, ter uma grande ideia. Como eu tentei. Li livros, histórias em quadrinhos, vi filme pra caramba, saí, mas nada saiu. Comecei uns três roteiros, uns dois contos. Nada.
E hoje, estava meio assim desistindo da ideia de ter uma ideia sensacional, sem pensar em nada quando, de repente, sem sobreaviso, veio bem sonoro como uma "Eureka" algo de dentro do meu âmago, pronto para ebulir. Corri para o meu quarto, peguei papel e caneta e comecei a escrever. Pensei que fosse deslizar sobre a folha milhares de ideias e imagens, mas não saiu nem um rabisco. Forcei, forcei e não saía nada.
O quarto começou a feder e percebi que eram só gases.

Pixels


PIXELS by PATRICK JEAN.
Enviado por onemoreprod. - Ver mais videos criativos

terça-feira, 6 de abril de 2010

Poema sobre a dor

Zimicina
Benzetacil
Nisulid
Clavulin
Soro Fisiológico
Antibiótico
ó amígdalas amigas, porque choram?
ó faringe amada, por que me deixas tão fraco?
Não bastando me machucar, ainda cala a minha voz?

Conserto (desabafo)

Experimente ir ao médico. Você vai sair de lá com um kit de primeiros, segundos e terceiros socorros. E quando você pensa que tá curado, o médico, competindo com os rivais do meio, usa seu corpo como teste e diz que a outra medicação está equivocada. Não é Zimicina nem Benzetacil, meu caro, é aquele tarja preta que você deveria estar tomando. Além disso, você tem desvio de septo e sua oclusão está errada, deve consultar um ortodentista. Daí você se lembra daquelas outras dorezinhas que tem, ou daquela queda precoce de cabelos. Lembra que não pode fumar. Pensa no tempo dispensado para recuperação, necessitaria gastar as férias.
Pro raio que o parta! Vocês médicos só sabem me consertar...